Escolha uma Página

Era Uma Vez… a Momentos com Design em Macau

Estávamos a meio de uns dias de férias a dois quando a minha irmã nos ligou com uma proposta irrecusável: decorar o palco de um concerto infantil em Macau – um projecto da Casa de Portugal em Macau. Tudo nos pareceu apelativo nesta proposta: a oportunidade de trabalharmos em conjunto a fazer o que mais gostamos e ainda por cima em Macau, cidade onde cresci. A nível pessoal, brilharam os olhos com o reencontro com os meus irmãos (que vivem em Macau) e a oportunidade de conhecer mais cedo do que o previsto a minha sobrinha Glória, que nasceu em Abril. Com o mote das músicas de “Era uma vez em Macau” e conhecendo o cenário idílico do Teatro D. Pedro V, sendo este um concerto para crianças, optámos pelos papagaios que na nossa infância enfeitavam o céu da praia de Hác Sá. Depois do desenho inspirado em formas orientais, idealizámos que as estruturas seriam forradas com tecidos coloridos e alguns típicos daquela zona. Chegados a Macau, contra os sonos trocados e o calor imenso, demos início à produção nas oficinas da CPM. As peças chegaram com o corte pretendido, foram pintadas com spray e depois forradas com tecidos variados. Pelo meio, as aventuras de encontrar os materiais pretendidos e de buscar inspiração nestas ruas que preencheram a minha infância e adolescência. Um desses passeios inspirou a banca que fizemos para venda dos discos (para o átrio do Teatro) e que decorámos com pormenores típicos desta cultura que ainda hoje me encanta. Demos destaque aos padrões locais, aos candeeiros típicos dos mercados, às flores vendidas nas ruas e aos cestos de palha onde secam alguns alimentos. Os dias que antecederam o concerto foram dedicados a ultimar pormenores e sempre com a emoção de estarmos em Macau rodeados por uma equipa fantástica que foi incansável no apoio: a minha irmã Diana, o Tomás, o Miguel, o Jonathan, o Paulo Reis, o Luís Bento, o Paulo Negreiros, a Maria João, o Amit e o Zeca. Uma nota também para todos os amigos que fomos (re)encontrando nas pausas destes dias intensos de trabalho, para o meu irmão João e a minha cunhada Amanda, e para os meus queridos cinco sobrinhos. No fim do concerto foi uma emoção sentirmos que tínhamos contribuído para a magia que as crianças viveram naquele momento. Regressámos a Portugal com a sensação de missão cumprida mas sobretudo com o coração maior por tudo o que de tão maravilhoso vivemos nestes dias. Obrigada a todos os que fizeram parte deste caminho e também àqueles que, de longe, acompanharam a nossa viagem por Macau, feita de memórias, saudades, encontros, reencontros, aventuras, cores, cheiros, sabores e muito amor.

Vejam o resultado final AQUI!

Um Beijinho e um dia Feliz!

Filipa

Share This